Estado garante R$ 235 milhões do PAC II para obras de saneamento em 11 cidades

A lista inclui 11 municípios: Capão da Canoa, Carlos Barbosa, Horizontina, Imbé, Nova Petrópolis, Nova Prata, Soledade, Torres, Tramandaí, Três Coroas e Xangri-lá. Essas prefeituras vão dividir um total de R$ 235,2 milhões.

Os projetos gaúchos, que envolvem principalmente redes de saneamento básico e acesso à água, são iniciativas da Secretaria de Estado de Habitação e Saneamento e Corsan em conjunto com as prefeituras.

O maior valor foi destinado a Capão da Canoa, que com R$ 43,3 milhões fará a ampliação do serviço de abastecimento de água da cidade, que é integrado com Xangri-lá.

O projeto inclui a construção de uma estação de tratamento de água.

Para os municípios contemplados, o investimento total representa mais de 30 quilômetros de adutoras de água tratada, seis reservatórios, 69 quilômetros de redes de distribuição e quase 2,4 mil ligações domiciliares, entre outras obras.

Será implantado serviço de esgotamento sanitário em oito deles, com seis estações de tratamento, 90 quilômetros de redes de esgoto e mais de 2 mil ligações domiciliares.

“É um resultado muito positivo. Alcançamos R$ 235 milhões, cerca de 20% do total recursos destinados para todo o País, de R$ 1,1 bilhão”, comemorou o secretário de Habitação e Saneamento, Marcel Frison.

 

fonte: sehadur.rs.gov.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − catorze =