Seminário debate papel da mulher na política sindical e na sociedade

Durante a última quinta e sexta-feira, o Sindicato realizou o II Seminário de Política Sindical das Trabalhadoras no Saneamento. O evento buscou debater o papel da mulher na sociedade. Temas como “Assédio Moral”, “Saúde da Trabalhadora”, “Regulamento Disciplinar da Corsan”, “Política Sindical para Mulheres” e “Saúde da Mama” foram tratados no encontro.

Rejane de Oliveira, presidenta do CPERS, salientou o trabalho da Diretoria do SINDIÁGUA em abordar a participação da mulher na vida sindical, o que segundo ela não ocorre em outros sindicatos do Rio Grande do Sul.

A presidenta do CPERS observou que os malefícios do mundo machista são sentidos no cotidiano da mulher. Para ela, esse quadro precisa mudar e a mulher deve se postar mais. “Estar bem informada sobre o que está acontecendo, através de jornais e notícias publicadas na internet, é um passo importante. Informação é poder”, esclareceu.

Karen D’ávila, socióloga e diretora de Saúde e Condições de Trabalho do Sindbancários, comentou que é fundamental que o sindicato combata o Assédio Moral. Segundo ela, o Assédio a cada dia resulta em doenças graves para quem o sofre, passando desde estresse chegando até mesmo no suicídio.

Como prevenir o câncer de mama foi o tema tratado pelo Imama/RS, que apontou inúmeros aspectos que a mulher deve conhecer para fazer a prevenção deste mau. O evento também contou com atividades junto a Ascorsan e uma peça de teatro que abordou o tema “Sexo, Drogas e Bota a Camisinha”, dirigida por Deborah Finocchiaro.

O debate proporcionado pela efetiva participação das colegas serviu para enriquecer ainda mais o Seminário, que teve seu objetivo da discussão da valorização da mulher na sociedade alcançado.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =