SINDIÁGUA participa de Seminário de Nivelamento do PCES 2001

O SINDIÁGUA participou ontem, quinta-feira, do Seminário de Nivelamento do PCES 2001, através da Diretoria Administrativa e da Superintendência de RH da Corsan e marco inicial do cumprimento da proposta apresentada pelo SINDIÁGUA na negociação do Acordo Coletivo deste ano visando a formatação do Plano até o dia 30 de dezembro de 2014.

O Sindicato teve um dia de muita satisfação, além de colher informações importantes, também viu na fala de vários outros sindicatos sugestões para o Plano que constam no estudo apresentado pelo nosso Sindicato, tais como critérios para assumir chefia, para ascensão e promoção. Estudo que está de posse da direção da Corsan já faz algum tempo, e estamos à disposição dos demais sindicatos da casa para eventual repasse.

Injustiças
Foi bastante debatido a necessidade de corrigir uma injustiça com trabalhadores que pertencem ao Grupo “E” da Tabela Salarial, colegas Assistentes Sociais, Jornalistas, Pedagogos, Psicólogos, entre outros que, mesmo tendo nível superior, são tratados de maneira diferenciada de outros colegas do mesmo nível.

Pois nosso estudo que está nas mãos da direção da Corsan propõe a supressão desta letra “E”, ficando todos os colegas de nível superior no mesmo patamar. E vamos lutar para que tal proposta esteja no texto final.

Administrativos, Tratamento
Não foi lembrado por nenhum outro sindicato, mas consta no nosso estudo, e faremos de tudo para que também esteja no texto final, uma mudança na faixa salarial para os cargos onde seja exigido o nível médio. Queremos que a diferença de escolaridade exigida em concurso tenha seu reflexo no salário pago a estes trabalhadores.

Manifestações
O SINDIÁGUA se manifestou para cobrar que o Plano a ser alcançado tem que ser bom para o trabalhador, para a Corsan mas que, acima de tudo, tem que ser cumprido pela Companhia. Se um dos objetivos do Plano é inibir o passivo trabalhista, é vital que ele seja observado pelos gestores. Lembramos que muitas das ações trabalhistas que hoje a Corsan paga, se dá exatamente pelo não cumprimento do Plano no passado. E, muitas vezes, os mesmos gestores que não cumpriram, voltam ao poder e usam este mesmo passivo para dizer que a Companhia é inviável e apresentam a privatização como solução. Tal qual aconteceu com a CEEE.

O superintendente de Recursos Humanos lembrou na sua apresentação de que, enquadramento não é aumento. Ou seja, o objetivo de um Plano de Cargos não é proporcionar prioritariamente aumento salarial mas sim oferecer regramento para o desenvolvimento da carreira profissional dos trabalhadores.

Decisão
Como primeira decisão do grupo de sindicatos presentes ao evento, ficou estabelecido que em vez de caminharmos para elaboração de um novo Plano, que seja aproveitado o de 2001 e feitas as correções necessárias.

Mais uma vez, o SINDIÁGUA se sentiu amplamente contemplado, pois todo o nosso estudo oferecido à direção da Corsan é exatamente sobre o Plano de 2001.

Outra decisão é que as reuniões futuras serão por temas. A próxima tratará da Estrutura de Empregos. Pelo que se constatou no Seminário, haverá o esforço de todos para que a data limite, proposta pelo SINDIÁGUA em mesa de negociação do Acordo Coletivo, de 30 de dezembro deste ano, seja observada.

Foi o primeiro passo desta nova etapa da batalha por um Plano de Cargos que contemple o trabalhador. Foi também a comprovação de que o SINDIÁGUA acertou quando contratou uma empresa para realizar o estudo sobre o Plano. Prova também que temos nas mãos a possibilidade de fechar um ciclo de governo com as maiores conquistas já alcançadas por nossa categoria.

Plano de Cargos, PDV garantido para todos, ganho real acumulado nos últimos três anos de pouco mais de 3%, Vales ultrapassando a barreira dos mil reais, Prêmio Assiduidade, entre outras. E, certamente a maior de todas as conquistas que é a manutenção do nosso emprego com investimentos por parte da Corsan, nos municípios, possibilitando a renovação de contratos importantes para a sobrevivência da nossa Companhia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 2 =