22 de setembro: mutirão para coletas de assinaturas em prol da PEC da Água

Na sexta-feira (11), após o ato que deu início a Frente em Defesa do Patrimônio do Povo Gaúcho, os Representantes Sindicais definiram apoiar as mobilizações que serão realizadas no próximo dia 22 contra as recentes políticas do governo estadual, entre elas o parcelamento de salário do funcionalismo.

O apoio consiste na retomada da PEC da Água, ferramenta de luta do SINDIÁGUA desde 2007. Para dar mais força no instante em que a PEC for protocolada na Assembleia Legislativa, o SINDIÁGUA, e por consequência os trabalhadores na Corsan, tem por objetivo reunir milhares de assinaturas junto a sociedade para que os deputados tenham ciência que a população do Rio Grande do Sul quer debater o tema da água como um bem público.

Para isso, um grande mutirão para coleta de assinaturas será realizado em todas as unidades da Companhia. Aproveitando as duas horas para reunião de base que os trabalhadores têm direito conforme Acordo Coletivo de Trabalho, cada unidade deverá se mobilizar em frente a US e coletar assinaturas para o apoio à PEC da Água. Trabalhador, converse com seu Representante Sindical. Ele será o elo entre Sindicato e unidade para a organização do movimento, o que foi definido e amplamente debatido no encontro da última sexta-feira (11).

Salientamos que quanto maior o número de assinaturas, mais força teremos e assim a PEC volta a tramitar na Assembleia. Sem uma mobilização grande, o risco de a PEC não for acolhida é alto.

Assinaturas antigas
Lembramos que pelo fato de a PEC apresentar um novo texto, que exige a obrigatoriedade da realização de um plebiscito em cada município e não prevê a possibilidade da abertura de capital em 49%, as assinaturas realizadas no passado não têm validade. O abaixo-assinado só passa a ser reconhecido se o texto assinado pela população for idêntico ao apresentado no Poder Legislativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 14 =