Sindicato encerra série de Encontros Regionais

No início do mês, o SINDIÁGUA encerrou uma série de Encontro Regionais que abordaram a Campanha Salarial 2016/2017 e assuntos do dia a dia dos trabalhadores.

Em cada Regional do Sindicato, os Representantes Sindicais tiveram a oportunidade de relatar todas as expectativas, preocupações e aflições oriundas de toda a categoria. Em cada evento, ficou a certeza que a maioria dos problemas enfrentados pelos colegas é igual em cada Unidade, restando para algumas as peculiaridades.

Em comum, fatores preocupantes como a falta de pessoal e material, que influenciam diretamente no trabalho realizado e causam prejuízos à imagem da Corsan em cada cidade onde os serviços deixam de ser executados por questões desta espécie. O flagrante desrespeito ao Acordo Coletivo nas questões das escalas também foi tema predominante durante os Encontros.

Foi consenso entre os trabalhadores, que tais problemas podem num futuro próximo resultar em terceirizações, Parcerias Público-Privadas e na privatização da Companhia. Com tais dificuldades no dia a dia, a maioria delas sendo causada pela atual gestão, o discurso afinado de que somente com investimento privado o cenário pode mudar tem tudo para colocar em risco o nosso emprego.

Os colegas solicitaram ao SINDIÁGUA que a instituição busque junto a direção da Corsan um caminho para que estes problemas sejam solucionados o mais breve possível. Para eles, a celeridade em dar mais condições de trabalho aos colegas de todas as Unidades da Companhia é vital para que ela permaneça executando um serviço de qualidade.

As estratégias da Campanha Salarial 2016/2017 foram elucidadas assim como as demandas dos colegas para renovação e melhoria do Acordo Coletivo, tendo como prioridade o Plano de Carreira, Cargos e Salários, mas com base naquele que foi amplamente discutido com todos os trabalhadores e também com os sindicatos que atuam na casa. Existem rumores que a Corsan já estaria desenvolvendo o seu plano a portas fechadas, mas a categoria espera que isso não aconteça.

Além disso, ficou definido que Representantes Sindicais, assim como os colegas das Unidades, contribuirão para a construção do Acordo Coletivo em demandas específicas das classes, como por exemplo a do setor Administrativo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − oito =