Campanha Salarial 2016/2017: proposta gelada

Na manhã de hoje foi realizada uma reunião intersindical para tratar do Acordo Coletivo 2016/2017. Como o SINDIÁGUA recebeu a pauta do encontro, em que constava a proposta financeira a ser divulgada pela Companhia, participou da reunião.


A Companhia, através do Grupo de Assessoramento Estadual para Política de Pessoal (GAE), apresentou a seguinte proposta: 70% do INPC (6,88%) no salário e as demais cláusulas financeiras congeladas. Isto mesmo, trabalhador. Esta foi a proposta feita pela diretoria da Corsan e por consequência pelo governo do Estado.


Ao ouvir este absurdo, o SINDIÁGUA, através do presidente Leandro Almeida, pediu a palavra e afirmou que o Sindicato não negocia um índice abaixo do INPC, percentual que serve como ponto inicial de uma proposta.

Leandro reiterou que o governo do Estado atrasou as negociações e que o índice apresentado soa como uma piada. Por fim, Almeida afirmou que o SINDIÁGUA estudará o chamamento de seus Representantes Sindicais para avaliar mobilizações, entre elas uma proposta de greve. Após a fala de seu presidente, o SINDIÁGUA se retirou da reunião.


Na mesma semana em que a Companhia exalta em seus canais de comunicação a 38ª posição entre as 100 maiores empresas da Região Sul, numa pesquisa que tem como critérios os resultados obtidos em termos de crescimento, rentabilidade, saúde financeira, participação de mercado e produtividade por empregado, ela apresenta uma proposta indecente aos trabalhadores.


Unidade dos trabalhadores

Ao se retirar da reunião, o SINDIÁGUA convidou todos os sindicatos que participaram da negociação para um encontro que buscava avaliar a proposta da Companhia e possíveis mobilizações, dando um passo inicial para a unidade dos trabalhadores afim de garantir o melhor Acordo para todos. Novas reuniões estão programadas para dar continuidade à mobilização.


Durante o encontro, ficou o consenso de que a proposta é inapreciável e que o diálogo com a Companhia deve prosseguir com limite de tempo. Além do SINDIÁGUA, foram representadas as seguintes classes: contadores, advogados, administradores e contabilistas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − seis =