Semana de mobilização contra o pacote de Sartori e debate sobre a Resolução 027

A semana que se encerra hoje foi de intenso trabalho. Desde segunda-feira, quando teve início na Assembleia Legislativa do Estado a votação do pacotaço de Sartori, o SINDIÁGUA se fez presente na Praça da Matriz para – em conjunto com os demais servidores – protestar contra o pacote de maldades do governo peemedebista.

Na quarta e na quinta-feira, a direção do Sindicato contou com apoio dos Representantes Sindicais que – após debater temas importantes sobre a Corsan – se fizeram presentes na Praça para se somar à luta.

Derrota de Sartori
A quinta-feira foi um dos dias mais tensos em frente a Assembleia Legislativa. Os deputados votavam, entre outras propostas, a PEC que retirava a obrigatoriedade de plebiscito para a privatização da CEEE. Muitos confrontos entre manifestantes e a Brigada Militar ocorreram ao longo do dia. O governo recuou e retirou a pauta que estava prevista. Também se votaria a cedência de trabalhadores aos Sindicatos.

Resolução 207
A semana também foi de debate sobre um tema importante para a categoria: a Resolução 027. O assunto foi umas das pautas abordadas no Encontro de Representantes Sindicais, realizado nos dias 21 e 22.

A Assessoria Jurídica do SINDIÁGUA – em conjunto com a Direção Sindical – esclareceu os pontos da Resolução assim como passou uma série de orientações aos Representantes. Temas como o atual momento político brasileiro e a Reforma da Previdência foram debatidos.

Também foi abordado o TAC dos casos omissos, envolvendo a Funcorsan. Durante o Encontro, o diretor de Seguridade da Fundação, Gilmar Antônio Arnt, explicou detalhadamente aos Representantes o motivo da cobrança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 12 =