A Reforma da Previdência ainda não foi aprovada

Resistir até o final é a palavra de ordem!

Na noite desta terça-feira 23 de julho ocorreu Plenária Regional da Reforma da Previdência no Litoral Norte, proposta pelo Senador Paulo Paim. O Sindiágua- RS esteve presente e foi representado pela Secretária Regional Litoral Renata Valim, convidada a compor a mesa.

Representando os trabalhadores do saneamento, Renata ressalta o quanto essa categoria será prejudicada com a reforma, já que a aposentadoria especial deixará de existir. O que hoje contempla boa parte da categoria é que garante o abastecimento de água para milhões de gaúchos. Renata lembrou ainda o quanto a mulher trabalhadora vem sendo brutalmente atacada desde a reforma trabalhista, e que com a reforma da previdência os ataques serão ainda maiores.

O desmonte do sistema público não está somente na previdência, ele é global. O saneamento público está em jogo, da esfera Estadual até a Nacional”, enfatiza.

O senador encerrou a plenária reforçando que é dever do Senado Federal barrar a reforma. “Não podemos aceitar a reforma da Previdência igual a reforma trabalhista e assinar embaixo. Desafio os defensores desta reforma a debater comigo no senado com argumentos verdadeiros. O último levantamento mostrou que somente no ano posterior o montante da dívida dos grandes sonegadores fiscais já estava em R$626 bilhões de reais. Os trabalhadores não podem pagar essa conta”, afirmou Paim.

A plenária também contou com a presença do deputado federal Pompeo de Mattos, o vereador de Tramandaí, Clayton Ramos, o Prefeito de Imbé Pierre Emerim ea Juíza do Trabalho da 4ª Região Dra. Valdete Souto Severo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =