Seminário de Políticas para Mulheres do SINDIÁGUA/RS reúne trabalhadoras de todo estado

O SINDIÁGUA/RS, através da Secretaria de Gênero, Raças, Minorias e Aposentados, realizou no último final de semana, nos dias 18 e 19 de outubro, o VII Seminário de Políticas  para Mulheres no Hotel Continental em Porto Alegre – RS. O evento contou com a participação de mais de 250 mulheres, dando oportunidade para as trabalhadoras do saneamento uma troca de experiências, muito diálogo, evidenciando seu dia a dia no ambiente de trabalho. Além disso, diversos temas foram debatidos, com o propósito de esclarecer as dúvidas das trabalhadoras e emponderando as mulheres cada vez mais.

Hoje já é realidade que,  pelo menos alguma mulher de nosso convívio já tenha sofrido algum tipo de assédio na rua, no ambiente de trabalho, de estudo ou até mesmo ambientes de lazer. Situações assim, acontecem diariamente por todos os lugares e é por isso que devemos unir as forças para que além de discutir esta temática,  a união pela busca de direitos e a conquista de espaço seja ainda mais forte. Apesar de todos os avanços realizados com o passar do tempo, a luta feminina pelos seus direitos ainda está longe de acabar, por isso a importância destes espaços de troca.

Mais de 250 mulheres unidas pelo mesmo objetivo

O seminário reserva um espaço de luta muito grande para nossas trabalhadoras, oportunizando a todas um momento de reflexão e aprendizado.

Débora Rodrigues Agente em Tratamento de Água e Esgoto e Delegada Sindical representante da Unidade de Saneamento (US), de Júlio de Castilhos esteve presente no Seminário, acompanhada de seu bebê recém nascido, afirma que  deve dar exemplo à todas as mulheres que para lutar pelos direitos não existe empecilho. “Acho muito necessário participar, pois devo cumprir meu dever como trabalhadora, então é importante se envolver ativamente em tudo que vier para meu interesse como trabalhadora e principalmente de meu direito. Eu poderia ficar em casa pois estou de licença maternidade, mas porque? Se me sinto bem? Meus filhos devem aprender desde cedo para que futuramente eles saibam como respeitar uma mulher e entender que todos somos iguais, crio 3 filhos sozinhas então essa uma forma de mostrar a força da mulher”, afirma Débora.

Na oportunidade, também foi comemorado os 20 anos da Comissão de Mulheres, espaço focado em debater assuntos que fazem parte do universo das mulheres trabalhadoras além de oportunizar discussões referentes a batalhas enfrentadas por elas em diferentes setores da sociedade.

Confira as temáticas abordadas no evento

Entre a Crise e a Perda de Direitos” A Mulher no Mundo do Trabalho Hoje – Lúcia Garcia – DIEESE;

Apresentação e Debates da Cartilha de Assédio Moral” – Dra Priscila Menegat e Dra Thassia Menotti de Souza Araújo – COP Advogados;

Acromatopsia, Daltonismo e Baixa Visão” – Simone Kichel – Comissão de Mulheres SINDIÁGUA/RS;

O Papel da Mulher nas Tomadas de Decisões -Dentro e Fora da Corsan” – Adriana Rocha – Presidenta da ASCORSAN e Fabiula Rocha – Secretária da ASCORSAN

10:15h às 11h. “Marcha das Margaridas” – Renata Valim – Secretária Regional Litoral SINDIÁGUA/RS, Marlei Mesquita – Comissão de Mulheres SINDIÁGUA/RS, Rosane Dias – Comissão de Mulheres SINDIÁGUA/RS.

Além dos temas abordados também foi realizada uma mística para as mulheres, esclarecimentos sobre só Acordo Coletivo2019/2020 e um jantar de confraternização em comemoração dos 20 anos da Comissão de mulheres.

Veja as fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 3 =