TCE/RS determina que Governo Leite se pronuncie sobre sigilo da Corsan

Em despacho proferido no final desta segunda-feira (12/6), a conselheira-substituta do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS), Ana Cristina Moraes determinou que o Governo do Estado se pronuncie sobre o sigilo do processo envolvendo a venda da Corsan.

No texto, a conselheira afirmou que, diante do pedido protocolado pelos deputados da Bancada do PT, Jeferson Fernandes, Miguel Rossetto e Zé Nunes e pelo próprio Ministério Público de Contas, as partes envolvidas, o Governo do Estado e a Corsan, devem se pronunciar em até cinco dias úteis.”

Como o próprio governador Eduardo Leite afirmou em entrevista há uma semana, de que “não tem receio sobre as informações que os deputados terão acesso, após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) retirar o sigilo do processo de venda da companhia”, já é possível afirmar que, no máximo, até a próxima segunda-feira, dia 19 de junho, as informações sobre o processo de leilão e venda da Corsan sejam finalmente tornados públicos para a população e os parlamentares.

A decisão da conselheira está de acordo com o entendimento dos deputados da Bancada do PT que analisaram o processo, mas estavam impedidos de divulgar seu conteúdo por força de imposição legal de sigilo.

A informação é da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + quinze =