Aposentadas se reúnem em Rio Grande

O grupo se reúne uma vez por mês desde setembro de 2002 para confraternizar e debater temas de interesse comum a todas, preservando assim, o vínculo de amizade criado entre elas durante o tempo da ativa.

Na oportunidade, foram abordados diversos assuntos relacionados ao cenário atual, discutindo questões referentes à empresa pública. Elas manifestaram a importância da participação de todos os colegas ativos e aposentados para promoverem ações que esclareçam a sociedade dos riscos da privatização do saneamento.

Elas falaram também que a aposentadoria correspondeu suas expectativas, pois tornou possível a convivência em tempo integral junto à família. Porém, destacaram o distanciamento com os aposentados que são esquecidos pela empresa. Em seu cotidiano, o grupo possui diversas atividades, que vão desde a prestação de serviços sociais de caráter voluntário, como auxílio às entidades filantrópicas e comunidades carentes, como também revelam seus talentos artísticos em diversas formas de arte, como pinturas em telas e trabalhos em tecidos com confecções para uso e decorações.

Quando indagadas sobre o seu papel enquanto mulher no contexto atual, mostraram-se plenamente integradas na sociedade. Elas estão conscientes dos seus direitos de ocuparem espaços no mesmo nível de igualdade em relação aos homens. Também repudiaram a violência contra as mulheres e idosos e ressaltam que na maioria das vezes estas ocorrem no seio familiar e a impunidade deve-se a omissão das pessoas que vivenciam, mas não denunciam. Manifestaram também sua preocupação com a problemática das drogas que, segundo elas, é o mal do século, e que entendem ser necessário mais comprometimento da família e da sociedade como um todo para combater o tráfico e recuperar as vítimas deste mal.

Por fim, colocaram-se a disposição do SINDIÁGUA para serem convocadas sempre que houver necessidade de ações para a defesa da Corsan pública, bem como em situações de natureza solidária.

O grupo de mulheres aposentadas da Corsan em Rio Grande é, sem dúvida, a prova viva que no universo de quase três mil colegas aposentados, podemos contar com um número expressivo de pessoas altamente esclarecidas e dispostas a se somarem na luta em defesa da água pública, e que se enquadram plenamente no perfil do aposentado ativo, projeto este inédito feito pelo SINDIÁGUA na Região Sul, que pode ser estendido a todas as regionais, basta que em sua cidade tenha aposentados dispostos a abraçar esta causa.

 

Adair Ferreira Silva
Aposentado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 8 =