SINDIÁGUA/RS realiza agenda com membros do Governo Federal

Na manhã desta terça-feira (07), dirigentes dos urbanitários estiveram reunidos com a secretária-executiva da Casa Civil da Presidência da República, Miriam Belchior, e Marcos Cavalcante (responsável pelo programa de parceria e Investimentos, (PPI’s) e Concessões. O SINDIÁGUA/RS, representado pelo presidente Arilson Wünsch, levou diversas informações à reunião com os membros do Governo Federal, sobre o escandaloso leilão da Corsan.

O presidente da entidade considera que o que está acontecendo no Rio Grande do Sul em relação à tentativa de privatização é um desastre, “As informações relacionadas a desestatização estão desencontradas, e tem o objetivo de confundir tanto o governo federal quanto a sociedade civil, além disso, levamos informações relativas à cobertura de esgotamento sanitário na qual o governo do estado alega sua ineficiência a fim de privatizar a companhia, mostramos os verdadeiros números, ressalta, Arilson. O presidente solicitou também que os trabalhadores e trabalhadoras sejam ouvidos nesse momento, que considera crucial, e que estejam presentes nas mesas de negociações de revogações de decretos, bem como na revisão do Marco Regulatório.

Foram entregues também pelos dirigentes as propostas para a revisão do Marco Regulatório do Saneamento, o Manifesto pela Reestatização da Eletrobras, além revisão demissões dos trabalhadores, devido às privatizações.  Miriam Belchior acolheu as contribuições e informou que as questões já estão sendo estudadas pelo governo federal.

O presidente da FNU, Pedro Damásio, ressaltou a importância das agendas em Brasília, tanto com representantes do Executivo como do Legislativo, para encaminhar as propostas dos trabalhadores do ramo urbanitário em defesa das empresas públicas, tanto no setor elétrico, como do saneamento.

Estiveram presentes na mesa, Iara Nascimento (FNU e Sindisan-SE), Fabíola Antezana (CNU e Stiu-DF), Emmanuel Torres (CNE e Sintergia-RJ), Sílvio Sá (Sindisan-SE), e Ernani Ciriaco (GT da Transição pelo Saneamento e ONDAS), o deputado federal, João Daniel (PT-SE), que solicitou a agenda na Casa Civil, e seu assessor Manoel Magalhães.

As agendas seguem durante o dia com parlamentares de todos os estados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =