SINDIÁGUA assume Presidência na FNU

O SINDIÁGUA, através de seu Secretário Geral, Arilson Wünsch, assumiu, no último dia 23 de janeiro, a Presidência da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU). Arilson ocupava o cargo de vice-presidente de Saneamento desde 2011.

A conquista reconhece todo o histórico do SINDIÁGUA em prol do saneamento público ao longos destes 30 anos. Sindicato que se tornou uma referência na luta contra a privatização do saneamento no Brasil e na América Latina. Tomando frente nas renovações de contrato, participando de audiências públicas e com intensas mobilizações de trabalhadores e sociedade que frearam o avanço privatista no Rio Grande do Sul.

A história do SINDIÁGUA na FNU teve início com os ex-dirigentes do SINDIÁGUA George Denis de Barros Labourdette, Renato Martinez e Vanderlei Weschenfelder, e mais recentemente com Rui Porto, que atuou como vice-presidente de Saneamento, cargo transmitido para Arilson Wunsh, que agora assume a Presidência da Federação.

Para Rui Porto, diretor-presidente da Funcorsan, o SINDIÁGUA terá a oportunidade de pautar o debate sobre o saneamento no Brasil em um momento oportuno pelas dificuldades que vivem atualmente São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Rui também afirma que é preciso que escolas trabalhem a educação ambiental para a formação de um novo perfil de cidadão, já voltado com a preocupação em preservar o meio ambiente.

Arilson Wünsch reconhece a importância e a responsabilidade de assumir o posto e garante continuar o trabalho desenvolvido no SINDIÁGUA desde 2007 na luta contra a privatização e PPPs no saneamento. Segundo ele, o momento atual exige que o tema seja debatido e avaliado com a importância e seriedade que merece por toda a sociedade brasileira, seja através das instituições, movimentos sociais e políticos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + dezesseis =