A Sede tremeu

Na sexta-feira, insatisfeitos com a proposta da Corsan referente ao Acordo Coletivo 2016/2017, os Representantes Sindicais realizaram umas das mais memoráveis mobilizações dos últimos anos. Demonstrando uma unidade importante neste momento da luta, os Representantes, munidos de apitos e bandeiras do Rio Grande do Sul, tomaram conta do saguão da sede da Companhia, em Porto Alegre.

Durante aproximadamente duas horas, tempo em que foi realizada mais uma rodada de negociação, na qual não houve avanço na proposta, os Representantes entoaram uma série de cânticos que refletem seus graus de insatisfações referentes ao modo como o governo do Estado está negociando com os trabalhadores e trabalhadoras da Corsan.

Os Representantes também percorreram salas e os dois andares da sede convocando os colegas para que viessem à luta e se juntassem à mobilização, fato que foi correspondido em diversos casos. Após o término da reunião, os Representantes participaram de um ato em defesa das estatais, realizado na Praça da Alfândega.

Ainda na sexta-feira, os Representantes definiram pela realização de uma Assembleia Geral na próxima sexta-feira (19), onde será avaliada a proposta da Corsan e também possíveis mobilizações para a continuidade da Campanha Salarial 2016/2017. A Direção Sindical lembra que as negociações não terminaram e uma série de encontros tem início hoje.

Em breve, o SINDIÁGUA enviará o Manual de Greve a todos os Representantes Sindicais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + dezessete =