Mobilização contra privatização em Erechim

Durante a quarta-feira (27) o SINDIÁGUA, em conjunto com vereadores da cidade e também o Fórum Popular em Defesa da Água, participou de reuniões que abordaram a publicação do edital para a concessão dos serviços de abastecimento de água em Erechim. Os encontros foram realizados com a direção da Corsan e com o secretário de Obras, Saneamento e Habitação do Estado, Fabiano Pereira.

O primeiro ponto observado durante a reunião com a direção da Corsan foi o aspecto jurídico, o qual a Companhia já obteve uma vitória, quando o poder judiciário deferiu cautelar da ação ajuizada pela Corsan que determina o prévio levantamento patrimonial da Companhia em Erechim. Questões de investimentos da Corsan e os danos à população também foram salientados.

No encontro realizado na secretária de Obras, Saneamento e Habitação, o grupo formado pelo SINDIÁGUA, vereadores e Fórum Popular em Defesa da Água, solicitou ao governo do Estado atenção ao quadro atual de Erechim. O grupo também alertou quantos aos riscos aos usuários com a ameaça privatista e lembrou o processo conturbado ocorrido em Uruguaiana, onde a população sofre com os maus serviços que atualmente são realizados pela iniciativa privada.

O SINDIÁGUA seguirá trabalhando em conjunto com vereadores, sociedade e com o Fórum Popular em Defesa da Água com o objetivo de manter a Corsan no município, vitória essa que será de toda a população da cidade e região.

Umas das primeiras ações de 2018 será a nossa participação na Audiência Pública, que será realizada no dia 5 de janeiro, às 19h, em Erechim, e que debaterá o tema. Sendo assim, convidamos os trabalhadores da Corsan no município, assim como entidades sociais e legislativas, para que participem deste importante debate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =