Movimento “RS Pela Água” reúne milhares de pessoas em Porto Alegre

Caminhada para defender a água e a Corsan movimentou a capital

Nesta quinta-feira (22/09), servidores da Corsan juntamente com a sociedade civil, mais uma vez demonstraram sua força em um grande ato contra a privatização da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Em protesto, os trabalhadores e trabalhadoras de mais de 300 municípios atendidos pela estatal se deslocaram para integrar ao movimento que contou mais uma vez com cerca de cinco mil manifestantes.

A mobilização convocada pelo SINDIÁGUA/RS, reuniu diversos movimentos sociais além dos candidatos ao governo do estado, Vieira da Cunha (PDT), Edegar Pretto (PT), juntamente com candidatos ao legislativo federal, estadual, municipal e entidades como Senge, Sintec, Sindaergs, Funcorsan, MPA, MAB, Levante Popular da Juventude entre outras.

O presidente do SINDIÁGUA/RS Arilson Wünsch, destacou a importância deste ato às vésperas das eleições. “Estamos em um momento decisivo, momento que precisamos conscientizar a população sobre seu voto e sobre o que está em jogo, como sempre dizemos, agora é a Corsan, logo mais será o Banrisul, precisamos decidir nas urnas o futuro da sociedade gaúcha, e dependendo do que possa vir, poderá ser sombrio. Lutaremos incansavelmente até o último momento, e novamente poder contar com todas essas pessoas aqui presentes, nos dá ainda mais força.” Declara o presidente.

A mobilização teve inicio às 12h no Largo Glênio Peres, seguindo com caminhada até o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e finalizou na Corsan com um abraço simbólico dos servidores na Sede da Companhia na Capital.

Assembleia Geral

Mais cedo, o SINDIÁGUA/RS realizou uma assembleia geral   com a categoria para votação da contraproposta patronal do Acordo Coletivo de Trabalho 2022/2023 enviado pela Corsan. Os trabalhadores e trabalhadoras deliberaram pela aceitação da proposta apresentada pela Companhia. O Sindicato solicita a agenda da assinatura do referido acordo para o mais breve possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + treze =