SINDIÁGUA/RS realiza Ato em defesa do saneamento público

Movimento deve reunir milhares de pessoas contra a privatização da Corsan e do Dmae

O movimento “RS pela Água” convoca para esta quinta-feira (8/12), um ato em defesa do saneamento público. O movimento inicia às 9h30 no largo Glênio Peres, segue até o Tribunal de Contas do Estado (TCE), com término em frente à sede da Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan (rua Caldas Júnior – 120).


“Vamos lotar as ruas de Porto Alegre com este grande ato em defesa da Corsan e Dmae. Queremos nossas instituições públicas”, destaca o presidente do Sindiágua, Arilson Wünsch. O dirigente ressalta que a luta contra a venda das empresas públicas tem tomado grandes proporções por prejudicar os usuários.


A entidade estima que centenas de pessoas vindas dos mais de 300 municípios atendidos pela Corsan compareçam, além dos trabalhadores e trabalhadoras do saneamento, entidades representativas e movimentos sociais.

Corsan e Dmae na mira


O Governo do Estado anunciou em 29 de novembro o leilão da Corsan para o dia 20 de dezembro sem ter o aval do Tribunal de Contas. As entidades questionam a pressa do governo em privatizar e alertam o TCE e a sociedade gaúcha sobre os riscos à população em caso de venda da Companhia.


Também no dia 30, o prefeito Sebastião Melo (MDB) criou um grupo de trabalho para pensar a privatização do Dmae com prazo limite de 30 dias para formular proposta para a “parceirização”.

“Temos apresentado muitas informações aos órgãos competentes contrapondo o que o governo diz em relação à Corsan, com números legítimos que são omitidos da sociedade, dentre eles, o aumento real de tarifa. Nosso objetivo é que o movimento mais uma vez demonstre sua força na mobilização contra a privatização do saneamento”, completa Wünsch.


Somam-se ao movimento entidades como o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), o Levante Popular da Juventude, o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) entre vários outros de diferentes segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + seis =