Sindiágua na Assembleia em busca de assinaturas da CPI

Na manhã desta quarta-feira (31), os deputados integrantes da Comissão de Economia, Desenvolvimento, Sustentável e do Turismo, debateram sobre o processo que analisa a tentativa de privatização da Corsan. O presidente do colegiado, deputado Gustavo Victorino (Republicanos), foi quem conduziu a plenária.


A oitiva com a conselheira substituta do Tribunal de Contas, Ana Moraes que havia sido agendada para a manhã desta quarta-feira com aos deputados que integram a Comissão, foi cancelada após uma reunião com o presidente em exercício do TCE, Conselheiro Marco Peixoto, mais três conselheiros e o presidente da Assembleia Legislativa, dep. Vilmar Zanchin (MDB). Em despacho realizado na semana passada, Ana Moares negou o acesso aos documentos do processo aos parlamentares.

Na reunião de hoje, o presidente da mesa esclareceu que a oitiva com a conselheira foi cancelada porque o Tribunal de Contas suspendeu a proibição do acesso aos autos do processo da privatização, liberando ao legislativo o conteúdo do documento. O parlamentar reiterou que, a pedido do procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo Da Camino, adiou a data do comparecimento do procurador à Comissão.


O SINDIÁGUA/RS, esteve presente na plenária acompanhado de trabalhadores e trabalhadoras da Corsan, novamente para dialogar com os deputados na tentativa de destravar a instauração da CPI da Companhia. Além disso, os dirigentes visitaram todos os gabinetes da casa e entregaram documento solicitando aos deputados e deputadas que assinem a CPI, pois a privatização da Corsan pelo Governo Leite precisa ser profundamente investigada. Também foram entregues, impressos de uma manifestação do Banco Genial, onde o mesmo reconhece que a precificação da Corsan foi equivocada e ainda faz um pedido de desculpas públicas à sociedade gaúcha. A mesma documentação foi enviada para o TCE e ao MPC.


O presidente do Sindiágua/RS, Arilson Wünsch, destacou a importância da plenária nesse momento. “Este processo, exige muita transparência, é inaceitável que tenhamos que abrir mão de saber e entender o que consta nos documentos do processo que avaliou a Corsan. Não existe sigilo no que está correto e os deputados estão cada vez mais cientes que este processo necessita de uma investigação séria, e os parlamentares poderão contar conosco para qualquer informação que possa ajudar no processo de investigação. Ainda, temos que parabenizar os deputados da Comissão e ao Deputado Gustavo Victorino, que não se omitiram e nem se curvaram às pressões externas, e que na segunda-feira em reunião extraordinária aprovaram por unanimidade a convocação da Conselheira do TCE. Só tem história quem participa ativamente dela, estamos fazendo história.” Declara o presidente.

Participaram da reunião os deputados Dirceu Franciscon (União), Gustavo Victorino (Republicanos), presidente, Elton Weber (PSB), Jeferson Fernandes (PT), Luiz Fernando Mainardi (PT), Miguel Rossetto (PT), Pedro Pereira (PSDB), Pepe Vargas (PT), Rodrigo Lorenzoni (PL) e Zé Nunes (PT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − três =